Google+ Followers

sábado, fevereiro 25, 2006

A viagem é a única criadora de espaço...

(Monet)

A viagem é uma dependência gratificante
Habita em sonhos de rinocerontes albinos
Bebe as memória de leitos de rios secos
Testemunha miragens de montanhas purpura
Canta a sagacidade da savana

A viagem é inebriante
Lança-se nos cornos do incógnito
Voa em jeito de andorinha que orna o céu
Dimana como um instinto dos mares gelados
Fascina, qual arco-íris amparando o paraíso

A viagem é euforia
Exprime um milagre sempre incompleto
Delira em tempestades de areia nos pólos
Silhueta de águia contra a lua cheia
Raio de ouro suspendendo um meteorito

A viagem é a única criadora de espaço
Luz que celebra após o eclipse
Secreto idioma das nuvens
Gota de chuva que acaricia um botão de rosa
Borboleta escarlate voando sobre um glaciar

A viagem é destino em busca de morada
O sublime fogo de artifício do teu sorriso
O teu cabelo solto no vento do Cáspio
A tua voz ecoando nas colinas
Ilimitável e livre como o nosso amor


M.Daedalus

3 comentários:

Não são permitidos comentários anónimos