Google+ Followers

domingo, fevereiro 26, 2006

Canção de Março

( Modigliani)

Uma criança chega
molhada de outro tempo
as nuvens que a protegem
são carne do mar

O passado é um lapso
quando a memória troca
os dias de penumbra
pla boca que devora

A criança retida
nos espasmos do ar
recupera a paisagem
do seu antigo exílio

As vespas vão voltar
a procurar as rosas
como um pastor deitado
numa cama de rocha

O corpo refreando a
ansiedade abriga
a incompleta infância
que lhe serve de guia.

Gastão Cruz (Crateras)

2 comentários:

  1. Que os meninos possam ser meninos e possam conservar parte dessa meninice!

    ResponderEliminar
  2. Gostei do que li e do bom gosto musical!!! heheheeh Parabéns!!!

    ResponderEliminar

Não são permitidos comentários anónimos