Google+ Followers

domingo, julho 26, 2009

Repara no silêncio, é quase branco...

(Hammershoi)


Caminha devagar:
desse lado o mar sobe ao coração.
Agora entra na casa,
repara no silêncio, é quase branco.
Há muito tempo que ninguém
se demorou a contemplar
os breves instrumentos do verão.
Pelo pátio rasteja ainda
o sol. Canta na sombra
a cal, a voz acidulada.

(Eugénio de Andrade- O Peso da Sombra)

4 comentários:

  1. Tive o enormíssimo privilégio de ter visto a exposição de Hammershoi, faz agora um ano, em Londres. Subiu logo para um pódio dos meus pintores preferidos. Uma maravilha.

    JR

    ResponderEliminar
  2. Eugénio de Andrade tem o enorme e criativo talento de nos dizer muito em poucas e quase silenciosas palavras!

    Abraço

    ResponderEliminar

Não são permitidos comentários anónimos