Google+ Followers

quinta-feira, julho 09, 2009

"Memórias da minha praia" (mote da Revista Visão)

("pescado" ao Blog Sesimbra)

Tenho, como quase toda a gente, um carinho especial pela praia da infância e adolescência. Foi nesse espaço e nesse lugar que as coisas mais importantes aconteceram. As coisas mais importantes são, como é óbvio, aquelas que se inscrevem na minha memória, como se o sílex as tivesse desenhado. Não consigo evocar Sesimbra sem que associado a este nome, rostos, imagens, sorrisos, sonhos, angústias me apareçam ligadas a uma variedade de lugares e de recantos. Embora, actualmente, pouco visite Sesimbra, coloco-a, afectivamente, quase no mesmo plano da cidade em que vivo. É de tal maneira assim que não tendo nunca tomado qualquer iniciativa para ter um qualquer ponto de apoio por aquelas paragens, não deixei de sonhar vir a ter por ali um cantinho qualquer. Muito provavelmente tal nunca acontecerá, o que não me impede de voltar a Sesimbra sempre que preciso de encontrar um recanto, sempre que me apetece recordar as coisas boas de menina, as coisas aventurosas e entusiasmantes dos anos da juventude, e os primeiros grandes desgostos também. Tudo o que se recorda é verdadeiramente a nossa história.
Olhem bem, porque me descobrem, de certeza, sentada ali na Esplanada do Café Central.
Uma palavra de ternura para um blog, que visito de tempos a tempos, e donde "pesquei" este postal antigo. Sesimbra, dá-nos uma visão da Sezimbra antiga e da moderna Sesimbra, viva, e capaz de preservar as coisas bonitas que tem.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos