Google+ Followers

sábado, fevereiro 23, 2008

Como se o próprio dia as inclinasse...

                               (Sisley)
III

Quando em silêncio passas entre as folhas,
Uma ave renasce da sua morte
e agita as asas de repente;
tremem maduras todas as espigas
como se o próprio dia as inclinasse,
e gravemente, comedidas,
param as fontes a beber-te a face

(Eugénio de Andrade-As Mãos e os Frutos)