Google+ Followers

sábado, fevereiro 17, 2007

Na margem esquerda da vida...





Da margem esquerda da vida

Da margem esquerda da vida
Parte uma ponte que vai
Só até meio, perdida
Num balo vago, que atrai.

É pouco tudo o que eu vejo,
Mas basta, por ser metade,
P'ra que eu me afogue em desejo
Aquém do mar da vontade.

Da outra margem, direita,
A ponte parte também.
Quem sabe se alguém ma espreita?
Não a atravessa ninguém.



Reinaldo Ferreira
Poemas

1 comentário:

Não são permitidos comentários anónimos