Google+ Followers

sábado, novembro 03, 2007

Pobres das flores ...dos jardins regulares...

( Aguarelas de Turner) Palácio Mateus (jardins)

XXXIII

Pobres das flores nos canteiros dos jardins regulares.
Parecem ter medo da polícia...
Mas tão boas1 que florescem do mesmo modo
E têm o mesmo sorriso2 antigo
Que tiveram à solta para o primeiro olhar do primeiro homem
Que as viu aparecidas e lhes tocou levemente
Para ver se elas falavam....3

Alberto Caeiro ( O Guardador de Rebanhos)

XXXIII
1 Var.a «boas»; »certas»
2Var. a »sorriso»; «colorido»
3 Vars. a « Para ver se elas falavam...»; « Para ver se elas mudavam»/ « Para ver o que elas faziam...»/ Para ver a quem pertenciam...»/ « Para as ver com o tacto (os dedos) também...»

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não são permitidos comentários anónimos