Google+ Followers

terça-feira, março 21, 2006

Agora o homem não está só...

(Gaugin)

Agora
me parece
que o homem não está só.
Em suas mãos
elaborou
como se fora um duro
pão, a esperança
a terrestre esperança.

Pablo Neruda ( tradução de Thiago Melo-Nuevas odas elementales)

2 comentários:

  1. sim, só ficamos completamente sós quando a esperança nos abndona.

    ResponderEliminar
  2. É tão lindo seu blog...
    Adicionei-o aos meus favoritos.
    Abraços,
    Fabíola Colares

    ResponderEliminar

Não são permitidos comentários anónimos