Google+ Followers

quarta-feira, setembro 23, 2009

Encontro assustada a imagem da vida

(Miró)
Sozinha no bosque
com meus pensamentos.
calei as saudades,
fiz trégua aos tormentos.

Olhei para a Lua,
que as sombras rasgava,
nas trémulas águas
seus raios soltava.

Naquela torrente
que vai despedida,
encontro, assustada,
a imagem da vida.

Do peito, em que as dores
já iam cessar,
revoa a tristeza,
e torno a pensar.


(Marquesa de Alorna)

Post dedicado à minha sobrinha Elena que, vivendo mergulhada na língua inglesa, se embrenhou no estudo da Marquesa de Alorna e do Português dos séc. XVII e XVIII. É caso para dizer: que coragem!

2 comentários:

  1. A imagem da vida, quantas vezes nos assusta...

    ResponderEliminar
  2. Grata figura. Uma pré-romantica de muito valor. Alcipe de pseudónimo cujas traduções ainda hoje falam por si.
    Gostei de a ver lembrada.
    Bj.

    ResponderEliminar

Não são permitidos comentários anónimos