Google+ Followers

sábado, maio 23, 2009

Olhando a Catedral de Santiago de Compostela

(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)

Quando visito uma Igreja ou Catedral gosto de sentir simplicidade e despojamento. Os construtores antigos e actuais que conseguem materializar esse despojamento estão mais próximos ( na minha concepção ) da necessidade que os humanos têm de se encontrar consigo mesmos nesse silêncio e na ausência de adornos. É por isso que me senti, aqui, mais perto dos construtores românicos.

1 comentário:

  1. É preciso ser "não crente" para admirar esta catedral como eu admiro.

    ResponderEliminar

Não são permitidos comentários anónimos