Google+ Followers

quinta-feira, maio 28, 2009

Na poesia procuro...

(Monet)

Na poesia procuro uma casa onde o eco
existe sem o grito que todavia gera

(Gastão Cruz-Rua de Portugal)

3 comentários:

  1. Em duas linhas se diz tanto sobre a essência da poesia.

    ResponderEliminar
  2. Mesmo quando mudos, há ecos que podem ser escutados.
    bfs

    ResponderEliminar

Não são permitidos comentários anónimos