Google+ Followers

sexta-feira, março 28, 2008

Notas de Viagem- Creta-o mar e as montanhas

(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)
Quando partimos à descoberta de novos lugares levamos na mala um sonho. Se é ele o nosso motor propulsor, é também o coração de algumas decepções. Esse sonho é uma imagem compósita que integra um conjunto vastíssimo de representações, umas de origem facilmente identificável, outras, quase imperceptíveis. Assim conhecer um novo lugar implicará também sermos capazes de nos desprendermos parcialmente do nosso Sonho para nos abrirmos verdadeiramente ao olhar. Creta era, assim, um lugar particularmente carregado de representações e, por isso mesmo talvez, especialmente predisposto a decepções. Sabemos da experiência das relações humanas que aquelas que mais idealizamos serão, talvez, aquelas que mais rapidamente nos trarão a outra face...Assim, através dos apontamentos fotográficos irei mostrar-vos o que de melhor me foi dado ver, sem deixar de referir também o lado mais decepcionante desta ilha. Para tal usarei ainda algumas passagens do livro de H.Miller(O Colosso de Maroussi) escrito durante a 2ª guerra mundial, que ajudou a preparar a minha partida e me acompanhou durante a estadia. Algumas passagens continuam bem actuais.

2 comentários:

  1. Recordo-me de uma Creta crua, agreste. Onde o verde-pó nem sempre se dissolvia no azul turquesa. Mas também me recordo que eram únicos.

    ResponderEliminar
  2. Por aqui ficarei atenta pois é um lugar que está na minha interminável lista.

    ResponderEliminar

Não são permitidos comentários anónimos