Google+ Followers

quinta-feira, julho 29, 2010

PAUSA em tempo de Estio


   (Aguarelas de Turner)


 Interromperei por uns tempos estas publicações. O calor que nos torna quase incapazes de devolver as acções necessárias à sobrevivência invade, de forma abrupta, o espaço do sonho, que passa a oscilar entre as imagens do árido deserto ou de um mar sem fim onde apetece permanecer. 
Resta pouco para além do desejo da sombra ou da espessura das paredes. 
Espero outros tempos em que a palavra ou a escolha se soltem e se acolham neste lugar.
Por enquanto ...."vou com as aves".

3 comentários:

Não são permitidos comentários anónimos