Google+ Followers

sábado, dezembro 03, 2011

A luz entrou pela janela..

          (Hammershoi)

A luz entrou pela janela,
Vinda do sol lá no alto,
E assim dentro do meu quartinho
Mergulharam os raios do Amor.

Nos feixes de luz eu vi claramente
O pó que tu raramente vês,
Do qual o inominável tira
Um nome para alguém como eu.


Vou tentar dizer um pouco mais:
O amor seguiu o seu caminho
Até chegar a uma porta aberta-
Então o próprio Amor desapareceu.


Agitadas na luz do sol
As partículas pairavam e dançavam,
E eu juntei-me a elas
Numa circunstância informe.


Depois regressei do lugar onde estivera
O meu quarto estava na mesma-
Mas já nada restava entre o inominável e o Nome


Vou tentar dizer um pouco mais:
O amor seguiu o seu caminho até chegar a uma porta aberta-
Então o Próprio Amor desapareceu.


(Leonard Cohen- Livro do Desejo)



1 comentário:

Não são permitidos comentários anónimos