Google+ Followers

segunda-feira, setembro 27, 2010

Quero campinas sem termo...

                             (Bastien-Lapage)

Deixemos estas cidades…
Oh! a livre natureza,
Que eu não vejo entre os montes
De pedras e de tristeza!

Oh! os largos horizontes!
Oh as campinas floridas!
Vamos lá banhar em luz
Nosso amor e nossas vidas!

Se os horizontes são largos,
Vasto é o meu coração…
Para os meus grandes desejos
Quero infinta prisão!

Todo o ar é pouco ainda
Para a andorinha voar…
Eu quero imenso horizonte
Para poder delirar!

Quero campinas sem termo,
Todo o brilho e toda a cor…
O maior monte é pequeno
Para andar o meu amor!

(Antero de Quental -Idílio sonhado)

2 comentários:

  1. Ultimamente tenho-o relido e parece que cada x gosto mais dele. Um beijo.

    ResponderEliminar

Não são permitidos comentários anónimos