Google+ Followers

quarta-feira, setembro 16, 2015

Caminhei sempre para ti sobre o mar encrespado..

Addiragram

A Noite Abre Meus Olhos

 

Caminhei sempre para ti sobre o mar encrespado
na constelação onde os tremoceiros estendem
rondas de aço e charcos
no seu extremo azulado

Ferrugens cintilam no mundo,
atravessei a corrente
unicamente às escuras
construí minha casa na duração
de obscuras línguas de fogo, de lianas, de líquenes

A aurora para a qual todos se voltam
leva meu barco da porta entreaberta

o amor é uma noite a que se chega só

José Tolentino Mendonça, in 'A Estrada Branca'

1 comentário:

  1. Belo momento de fim de dia.
    A mais, só penso que esteja aquela pedra a espreitar em baixo. Acho que ela destoa um bocado, na harmonia desta paisagem.

    ResponderEliminar

Não são permitidos comentários anónimos