Google+ Followers

sexta-feira, março 05, 2010

O tempo tem mastins que erguem vozes....

Os Cães do Tempo                               (Fusilli)


O tempo tem mastins que erguem as vozes
hostis contra o rodar da carruagem,
o passo acomodando à abordagem,
por igual insolentes e ferozes.

Cerra ouvidos, podendo, por que gozes
dos solavancos a breve vantagem,
que muito cedo verás a viagem
tolhida de fracturas, anciloses.

E à tenaz, intrépida matilha
podes, querendo (ingénua armadilha),
lançar acaso um osso do farnel.

Deter-se-ão talvez; mas o antigo
olfacto lhes dirá que o inimigo
segue a bordo- e retomam o tropel.

A.M. Pires Cabral -(Os Cavalos da Noite, 1982)

1 comentário:

Não são permitidos comentários anónimos