Google+ Followers

domingo, agosto 31, 2008

Notas esparsas de férias- Carrapateira VIII

(Aguarelas de Turner)

Deixo para a bela vila de Carrapateira esta linda rosa que "trouxe" de lá.

sábado, agosto 30, 2008

Notas esparsas de férias- Carrapateira VII

(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)
Mesmo nos mais simples elementos gosto de procurar a beleza. E estas dunas estão cheias de plantas, caniços, restos de árvores que se prestam ao olhar. Deixo aqui algumas das minhas "recolhas" desses meus olhares...

quarta-feira, agosto 27, 2008

Notas esparsas de férias- Carrapateira VI

(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)

Estes marotos adoram aninhar-se na areia e passam assim "tempos infinitos". Nada os parece perturbar... São mesmo
engraçados estes passarinhos (de que não conheço o nome, infelizmente...).Também os descobri por aqui.

terça-feira, agosto 26, 2008

Notas esparsas de férias- Carrapateira V

(Aguarelas de Turner)

Ainda o mar , sempre o Mar...

segunda-feira, agosto 25, 2008

Notas esparsas de férias- Carrapateira IV

(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)

Aqui parece haver lugar a um lazer tranquilo.Uns aqui, outros acolá, sem que a privacidade seja violada. São praias assim que me enchem as medidas. E... a beleza deste mar...!

domingo, agosto 24, 2008

Notas esparsas de férias- Carrapateira III

(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)
Olhar os céus, aqui, é continuar a descobrir. Entretive-me a captar a diversidade das singelas chaminés algarvias e as mais simples e elementares foram as que mais me encantaram. Mas naqueles céus a passarada também fez a sua súbita aparição, enfeitando com as suas múltiplas danças aquele azul sem igual.

sexta-feira, agosto 22, 2008

Notas esparsas de férias- Carrapateira II

(Aguarelas de Turner)

(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)
Carrapateira é uma vila que amarinha sobre um monte, de onde se alcança do seu ponto mais elevado, o mar e a ribeira da Carrapateira. As casas encontram-se, de um modo geral, cuidadosamente tratadas e até mesmo recuperadas. O azul, o amarelo, e outras tonalidades pintam de vida aquela pequena vila. O facto de ser um lugar muito procurado pelos surfistas também deve ter contribuído para esta recuperação. O que agrada ver é o facto das construções terem mantido a sua feição primitiva, nada tendo sido construído em altura. O largo dos cafés e das loginhas tem um ar acolhedor e apetecível sem deixar de estar afastado da civilização ( a internet lá estava à porta de um café...). Gostei de me imaginar a passar ali uns dias de férias...

Notas esparsas de férias-Carrapateira I

(Aguarelas de Turner) praia da Bordeira vista da fortaleza e Igreja
(Aguarelas de Turner) vista da fortaleza para o interior
(Aguarelas de Turner) Igreja matriz de Carrapateira (1613)
(Aguarelas de Turner) Igreja matriz de Carrapateira(1613)

A vila da Carrapateira com a sua praia da Bordeira (bem conhecida dos surfistas) é um Algarve bem diferente daquele em que habitualmente se pensa quando se fala de Algarve. É um daqueles casos de "amor à primeira vista" em que nos imaginamos logo ali bem" encaixados". Por isso vou dedicar os próximos posts a este lugar encantador que, desde logo, me cativou.

"A Igreja da Carrapateira, dedicada a Nossa Senhora da Conceição, foi construída no reinado de D. João IV, sendo anterior a 1673. O local onde esta igreja foi erigida (era a zona mais alta, tendo a poente uma zona plana de onde se avistava o mar e a povoação se desenvolvido a nascente e a Sul) foi o que melhor serviu para em 1673 se vir a construir o Forte da Carrapateira, por D. Nuno da Cunha de Ataíde, Conde de Pontevel e Governador do Reino. Envolveu assim, esta fortaleza, o templo já existente.

Nesta época após Restauração da Independência, reinados de D. Afonso VI e seu irmão, Regente e depois Rei de Portugal - D. Pedro II, infestavam os mares portugueses corsários marroquinos que desembarcavam nos ancoradouros marítimos mais favoráveis e desprovidos de defesa militar. Iniciavam então o assalto às povoações mais próximas. Carrapateira ergue-se entre duas praias de fácil desembarque: a Praia da Bordeira, a Norte e a Praia do Amado, a Sul. Dessas praias dirigiam-se ao casario e praticavam com violência o roubo e a destruição. Levavam ainda consigo jovens de ambos os sexos que eram vendidos como escravos nos mercados de Argel."(...)

http://www.cm-aljezur.pt/portal_autarquico/aljezur/v_pt-PT

quarta-feira, agosto 20, 2008

Notas esparsas de férias- a música da cor

(Aguarelas de Turner)

terça-feira, agosto 19, 2008

Notas esparsas de férias- Cabo de S. Vicente

(Aguarelas de Turner) cabo de S. Vicente
(Aguarelas de Turner) farol do cabo de S.Vicente
(Aguarelas de Turner) Cabo de S.Vicente

Visitar um cabo sem nos depararmos com a força dos elementos é praticamente
impossível. Esse é também o fascínio destes lugares, quase sempre fustigados por
ventos fortes, envolvidos por mares revoltosos ou picados, cercados por abismos
não menos fascinantes. Somos mesmo muito pequeninos aqui.

domingo, agosto 17, 2008

Notas esparsas de férias- Forte de Almádena

(Aguarelas de Turner) pormenor do forte
(Aguarelas de Turner) forte de Almádena

O forte de Almádena foi construído em 1632( em substituição de um castelo mediaval que existia nesse mesmo lugar) com o objectivo de proteger as embarcações da pesca do atum do ataque dos piratas e corsários.
Perto de Budens(concelho Vila do Bispo) sobe-se um morro alcantilado, por uma estrada parcialmente alcatroada( sendo a restante de terra batida, cheia de pedra grada...) e deparamo-nos com as ruínas desta fortaleza de dimensão significativa, mas praticamente ao abandono. A vista do lugar e a sua história mereciam outro tratamento...Acresce que foi classificado como "Imóvel de Interesse Público".Como tantos outros, afinal.

sexta-feira, agosto 15, 2008

Notas esparsas de férias- vista do forte de Almádena

(Aguarelas de Turner)

Uma vista a perder de vista...donde se avista a Ponta de Sagres


quarta-feira, agosto 13, 2008

Milésimo post- "e esta hein?"

(Aguarelas de Turner)
Descobri, quase em cima do joelho, que estava a chegar ao post 1000. Para festejar esta minha teimosia escolhi uma das brincadeiras que fiz numa destas noites de Verão ...uma dança de gaivotas na noite.
Vejam se gostam. Vocês estão também ao meu lado nesta viagem.....

terça-feira, agosto 12, 2008

Notas esparsas de férias

(Aguarelas de Turner)

O prazer de olhar o Oceano é infinito, como deveriam ser infinitos os
cuidados para o conservar de boa saúde

segunda-feira, agosto 11, 2008

Notas esparsas de férias

(Aguarelas de Turner)
Acreditem ou não, este é o pássaro que todas as manhãs, aproximadamente pela mesma hora, vem fazer-me uma visita...Hoje, antecipei-a, e consegui fotografá-lo...Já o considero meu amigo...

sábado, agosto 09, 2008

Notas esparsas de férias

(Aguarelas de Turner)

da minha janela

sexta-feira, agosto 08, 2008

Oito do oito de dois mil e oito

(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)
(Aguarelas de Turner)

O espírito dos Jogos Olímpicos terá de ser sempre o da unidade de todos os povos.
Foi com esse estado de espírito que eu "viajei" até Pequim esta tarde...

quarta-feira, agosto 06, 2008

Notas esparsas de férias

(Aguarelas de Turner)
Os olhares "casam-se" com os lugares...

segunda-feira, agosto 04, 2008

Notas esparsas de férias

(Aguarelas de Turner)

A hora ideal por estes lugares....

sábado, agosto 02, 2008

ELAS, as tão esperadas...

(Joaquin-Sorolla Bastida)